24 março 2010

O genocídio de uma geração

Argentina, 24 de Março de 1976, faz hoje 34 anos. Uma Junta Militar composta pelos comandantes dos três ramos das Forças Armadas - o general Jorge Rafael Videla, o almirante Emílio Eduardo Massera e o brigadeiro Orlando Ramón Agosti – desencadeia um golpe militar, toma o poder e dissolve o Congresso.
Inicia-se nesse dia a ditadura militar mais violenta da história da Argentina,
a chamada guerra sucia, em que uma brutal maquina repressiva estatal, impôs um verdadeiro genocídio.
Entre 1976 e 1979, foram dadas como desaparecidas cerca de 9 mil pessoas identificadas pela Comisión Nacional sobre la Desaparición de Personas. Outras fontes apontam até 30 mil desaparecidos. Nesse período ainda, foram criados mais de 350 campos de concentração.
De todas as atrocidades cometidas pela ditadura, o assassínio das jovens mulheres que davam à luz, com a entrega dos filhos aos seus torturadores ficará para a história da Humanidade como uma das suas mais horrorosas perversidades.
Nestes dias de 2010, continua a exemplar acção das Avós da Praça de Maio na recuperação destas vítimas. O neto 101: Francisco Madariaga Quintela, filho de Silvia, jovem médica presa em 17 de Janeiro de 1977 grávida de 4 meses, foi finalmente "descoberto". Viveu 32 anos com o militar responsável pelo assassínio da mãe.
Anos con un vacío adentro inexplicable, disse.

Ler também Aqui

5 comentários:

CÉSAR RAMOS disse...

Boas,

Volto a ter nova "avaria" no blog. Hoje lá consegui deixar as m/s desculpas aos leitores!
É um tempão p/escrever uma frase, mas, no MARCAS tive sorte, pois até consegui entrar!... e teria muito a dizer se pudesse escrever..., mas deixo aqui o meu bravo por recordarem esta vergonha mundial tão recente ainda, e a minha indignação por, volta não volta, termos de aturar Hitlers e similares!
Estes é que são os verdadeiros vírus que afectam pandemicamente a Humanidade!
E muitos outros que andam por aí, preparando aguilhões para darem a 'clássica' ferroada fascista(...)

Abraços
César

momo disse...

Muy buena entrada Paulo y con mucha información.
puedes disponer de la mia como gustes estas "cosas" es necesario divulgarlas y compartirlas.
un abrazo

CNS disse...

A história infelizmente tem muitos momentos de vazio interior

Paulo disse...

César, votos de boa-sorte para o combate aos vírus informáticos (isso é praga!!). Obrigado pelo comentário.

momo, abraço forte.Obrigado.

CNS, esté acontecimento tem contornos de uma brutalidade incalculável para várias gerações.Aliás, como se vê no episódio do neto 101, continua a fazer vítimas. Abraço

MJ FALCÃO disse...

Não se deve esquecer nada do que for injustiça!
Hoje "lembrei" no meu blog Miguel Hernandez cujo nome foi "reabilitado" na sexta-feira (notícia de El País) pelo Governo Espanhol. Passa em Setembro o seu centenário.
Morreu com 32 anos nas cadeias franquistas...