14 julho 2010

Notícias do reino onde as plantas são animais e os animais são flores


No fundo do mar há brancos pavores,
Onde as plantas são animais
E os animais são flores.
Mundo silencioso que não atinge
A agitação das ondas.
Abrem-se rindo conchas redondas,
Baloiça o cavalo-marinho.
Um polvo avança
No desalinho
Dos seus mil braços,
Uma flor dança,
Sem ruído vibram os espaços.
Sobre a areia o tempo poisa
Leve como um lenço.
Mas por mais bela que seja cada coisa
Tem um monstro em si suspenso.

Sophia de Mello Breyner Andresen
Obra Poética I

O Nuno tem uma paixão. O mar, espaço de silêncio, luz e pedra é o seu fascínio desde criança e, como todos os apaixonados, ele é um criador e um homem feliz que dá a ver aos outros coisas lindíssimas.
(chegou há pouco do fundo do mar e trouxe notícias daquele mundo. Vamos ver na SIC, domingo, dia 18, após o Jornal da Noite: Missão Selvagens)

4 comentários:

Keila Costa disse...

Vi o fundo do mar...

Paulo disse...

Keila, está lá... no poema de Sophia como nas fotos / poema do Nuno. Pena que não possa ver a reportagem que será colocada na nossa TV nacional (SIC). Mas se clicar o link do final do texto talvez possa apreciar. Obrigado

Teresa disse...

Não me vou esquecer de ver

Nuno Vasco Rodrigues disse...

Paulo: obrigado pela referência à minha aventura e à foto postada. Puseste um lin também para uma galeria de fotos desactualizada e onde já não coloco fotos. Segue aqui a que uso actualmente caso interesse ou caso possas alterar: http://www.flickr.com/photos/nunovascorodrigues

Um abraço,

Nuno