07 dezembro 2009

Os meninos de Bhopal

Em Bhopal, há 25 anos que nascem meninos e meninas sem lábios, nariz, orelhas. Alguns sem mãos.
Na noite de 3 de Dezembro de 1984, mais de 27 toneladas de gás venenoso rebentaram um tanque de armazenamento na fábrica de pesticidas da Union Carbide, na cidade.
A inalação do gás provocou a morte imediata de 8.000 pessoas que a essa hora dormiam (afogadas no sangue dos pulmões desfeitos, segundo testemunhos).
Desde o acidente, calcula-se que tenham ocorrido aproximadamente mais 20.000 mortes em resultado desta tragédia.
Existem, entretanto, cerca de 390 toneladas de químicos tóxicos no subsolo, abandonados pela empresa Union Carbide, responsável pelo desastre. Estes poluentes continuam a afectar a água de toda a região
Há múltiplos estudos que revelam ali a presença de mercúrio, niquel e outros tóxicos, bem como níveis perigosos de toxinas no leite das mulheres que amamentam.
Os sobreviventes e as crianças entretanto nascidas continuam a sofrer de doenças, não só as que decorrem de terríveis malformações congénitas, mas também o cancro e a tuberculose.
Os sobreviventes desenvolvem uma ampla campanha contra o esquecimento do seu drama, com maior visibilidade agora que se cumprem 25 anos sobre o desastre (http://www.bhopal.net/), mas Bhopal é tão longe...


3 comentários:

C. disse...

Quantas gerações terão ainda de passar para que as mães, num mesmo gesto, ergam então, radiantes, os "seus meninos"?

Parabéns pelo post.

César Ramos disse...

Isto é claro como água!

Bhopal fica 'mesmo' longe..., e a 'indiferença' é também distante...!

Notem o silêncio que por aí se "ouve"... sobre o "affaire" Aminatu Haitar!(...)

Tenho agitado o assunto através do meu blog e verifico bastantes visitas, mas reacções: são quase zero!

Por cá, o bom... bom, é mesmo sustentar guerrilhas de 'matraquilhos'...

Problemas humanos bem profundos, dá chatice! E agora, ainda menos! Então não temos tanto trabalho pela frente nesta quadra natalícia, para sermos bonzinhos com as prendas, as comezanas... e tudo!?
(...) Deixou-se Jesus matar, para isto...!!

Boa noite,... e obrigado por aqui se falar
dos meninos
de Bhopal.

César Ramos

Austeriana disse...

Subscrevo os comentários anteriores.
Neste mundo cada vez mais dominado pelos Media, tendemos a pensar que o que não se vê não existe, infelizmente.