19 setembro 2009

O rapaz, o comboio e o tango


Foram conhecidos em Portugal através da Sons em Trânsito e são um fantástico grupo de tango electrónico.
Bajofondo Tango Club é formado por músicos argentinos e uruguaios. O seu elemento mais conhecido, Gustavo Santaollala, já foi premiado com 2 Óscares para Melhor Banda Sonora: em 2005 no filme O Segredo de Brokeback Moutain e em 2006 Babel.
O clip é uma magnífica realização a partir de uma das composições mais conhecidas dos Bajofondo, Pa Bailar, onde se sente a infinita capacidade que o cinema tem para contar uma estória.

6 comentários:

Gisela Rosa disse...

Obrigada pela sugestão. Gostei muito!


E também pelas palavras! Um abraço

Austeriana disse...

Sou suspeita, porque, do clássico ao mais moderno, adoro os ritmos contrastantes do tango. Gostei muito e não conhecia. O clip também é excelente: a ideia de dançar num lugar sem lugar como é o comboio; o desafio às leis da gravidade; e, sobretudo, os pares de dedos a dançar... lindíssimo. Muito obrigada também pelo texto.

P.S. Estava a trabalhar e fiz só um intervalito para desanuviar...
Acabei por ficar por aqui.

Marta disse...

ah...muito bom.não conhecia.
vou roubar, Paulo :)
obrigada.

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

Gostei muito ...
Até dancei na cadeira !
Abraço
______ JRMARTO

Ps _ gosto do excerto da Clarisse Lispector .

Paulo disse...

Gisela Rosa, agradeço a visita e a opinião. Venha mais.
Austeriana, calculo que os intervalos enriqueçam o trabalho. (Bom trabalho).
Marta, já lhe dei a minha opinião no Há vida... gostei que tivesse "roubado". Como lhe disse, gostei... íssimo.
Zé Marto, só os Bajofondo para te fazer dançar! Abraço.

Anónimo disse...

Não conhecia...
gostei muito!
CM