15 março 2009

Quaresma

A magnífica irrupção primaveril que nos atinge não deve fazer esquecer as obrigações. Sobretudo porque, se o hoje é o 3º Domingo da Quaresma, tempo dedicado à reflexão, à penitência e ao jejum, é ao mesmo tempo, e surpreendentemente, o Dia do Consumidor.
Claro que consumidor, diz o dicionário, é "aquele que consome", "que gasta", "que absorve"... mas pode ser "o que causa consumição","o que mortifica","o que apoquenta".
É talvez aqui, na mortificação, que podemos encontrar a coerência com as determinações da Santa Madre Igreja para a época que atravessamos.
Porque este é o tempo de nos consumirmos nos campos, semeando o nosso trigo, a nossa aveia e a nossa cevada (sobretudo nas terras onde houver menos geada).
E de nos mortificarmos, combatendo o oídio na nossa vinha e também vacinando os nossos porcos contra as doenças rubras.
Finalmente, é o tempo de nos apoquentarmos na poda.
Podar as nossa árvores de fruto é um must indiscutível este mês, sobretudo no Minguante. O minguante, para quem não saiba, vai, neste mês, de dia 18 a 26 (que é o Dia do Livro Português).
Não esquecer, portanto, podar as frutíferas. Até porque, "quando não se poda até Março, vindima no regaço" (diz o nosso povo).
Bom dia. Boas podas.

2 comentários:

clara disse...

Por acaso ontem estive a podar, tarefa muito agradável, porque nos permite fazer renascer.

vaandando disse...

... as inesperadas significações das palavras, sorri ao ler , e verificar afinal como la Santa Madre anda afastada das coisas muito ou nada triviais ... Afinal temos sempre outros calendários outros dias e simbolicamente distintos !
Abraço
__________ JRmArto